7 doenças caninas prevenidas pelas vacinas V8, V11 e V12.

18/11/20 7 doenças caninas prevenidas pelas vacinas V8, V11 e V12.

Os cachorros são os nossos melhores amigos e por isso é muito importante que saibamos quais são as principais doenças que podem atingi-los. É fundamental ficar atento, e diante da primeira mudança de comportamento, humor ou apetite, procurar um médico veterinário imediatamente. Na matéria de hoje, você vai aprender quais são as 7 perigosas doenças caninas que podem ser prevenidas através das (já conhecidas) vacinas V8, V11 e V12.


1- Cinomose canina

A cinomose canina é uma das doenças que mais preocupa os tutores devido a sua fácil transmissão, gravidade e desafios enfrentados no tratamento. Altamente contagioso, o vírus da cinomose é facilmente transmitido pelo ar e através do contato direto com secreções dos animais doentes. A doença tem uma evolução rápida e o cachorro pode apresentar sintomas variados que progridem para a morte do cão, caso a enfermidade não seja tratada a tempo.


Você pode saber muito mais sobre a Cinomose canina acessando: 

 

Cinomose canina: sintomas, tratamento e prevenção!

A cinomose tem cura?

Meu cachorro está com cinomose: o que fazer?

2- Parvovirose canina


A Parvovirose canina é uma doença gastrointestinal perigosa que atinge principalmente cães filhotes. Causada pelo Parvovírus canino, a doença se caracteriza por causar febre, perda de apetite, vômito, diarreia aguda com sangue e desidratação, que pode evoluir para a morte do animal em consequência da intensa desidratação.


Você pode saber mais sobre a Parvovirose canina acessando:

 

Parvovirose canina: o que é, sintomas, diagnóstico e tratamento

A parvovirose tem cura? Como diagnosticar, tratar e prevenir?

Parvovirose em cães: sintomas, tratamento e prevenção!

 

3- Coronavirose canina

A Coronavirose canina é uma doença viral que afeta o intestino dos cães, principalmente animais jovens. Os sintomas são muito semelhantes à parvovirose canina, porém com menor intensidade e gravidade. Às vezes fatal, a coronavirose pode levar à morte do filhote devido à desidratação e queda da imunidade, predispondo a ocorrência de outras doenças concomitantes, como a própria parvovirose, agravando o quadro.

 

4- Hepatite infecciosa canina


A hepatite infecciosa canina é muito contagiosa e especialmente perigosa para filhotes e cachorros jovens. Causada pelo Adenovírus canino tipo 1, atinge o fígado e os rins do cachorro infectado, causando febre, apatia, sede intensa, vômito e diarreia. Nos quadros agudos da doença o animal pode ir a óbito sem manifestar qualquer sintomatologia. O grande problema da hepatite infecciosa canina é que mesmo após a recuperação do canino, é possível identificar o vírus na urina do pet por pelo menos seis meses, persistindo o risco de transmissão para outros animais.

 

5- Parainfluenza canina

A parainfluenza canina é uma doença altamente contagiosa que causa sintomas muito semelhantes à gripe humana, tais como a febre baixa, perda de apetite, apatia e tosse. Seu agente causador, o vírus Parainfluenza, normalmente está envolvido em casos de tosse dos canis.

Na maioria das vezes, a doença é auto limitante, ou seja, apresenta cura espontânea em casos leves. Porém, se houver acometimento pela bactéria Bordetella bronchiseptica ou ainda, se o animal estiver em um mau estado imunológico, ele pode desenvolver uma pneumonia mais severa.

Para saber mais sobre a Parainfluenza canina acesseTosse dos Canis - O que é e como prevenir

 

6- Adenovirose canina

Mais comum no inverno, a Adenovirose atinge o cachorro junto com a Parainfluenza canina, causando o quadro conhecido como Complexo Respiratório Canino. Os sintomas são semelhantes aos apresentados na Parainfluenza canina e, da mesma forma, a presença de infecção bacteriana concomitante pode agravar o quadro clínico do animal.

 

7- Leptospirose canina

A leptospirose é uma doença fatal de grande importância, também conhecida como “doença do rato”, que pode ser transmitida através da urina de roedores, bovinos, cães e outros animais. A bactéria causadora da doença, a Leptospira spp., se aloja nos rins e no fígado do animal, causando sintomas variados que incluem perda de apetite, apatia, vômito, diarreia e icterícia (mucosas amareladas).

Para saber mais sobre a Leptospirose canina acesse: Doença do rato - saiba tudo sobre a leptospirose em cães.

 

Ao adotar um cachorrinho, é fundamental tomar todos os cuidados necessários para evitar que doenças perigosas como essas atinjam o seu cão. Para isso, é importante contar com visitas frequentes ao Médico Veterinário para garantir o crescimento saudável do pet, além de outros cuidados que também são muito importantes, como a vermifugação e vacinação dos animais.


As vacinas Vencomax 8, Vencomax 11 e Vencomax 12 protegem o seu cãozinho de todas as doenças citadas acima, promovendo uma imunidade ampla e duradoura para o seu melhor amigo.

 

Quer saber qual a diferença entre as vacinas V8, V11 e V12, acesse aqui: Qual a diferença entre as vacinas para cães V8, V11 e V12?

 

Consulte um médico veterinário e vacine o seu melhor amigo!

Compartilhar
Tosse dos Canis - O que é e como prevenir
11/Mar

Tosse dos Canis - O que é e como prevenir

Antes de falarmos sobre a Tosse dos Canis, vale a pena alertar: Nem toda tosse é Traqueobronquite Infecciosa. Existem outros problemas como Insuficiência Cardíaca, Colapso de Traqueia, Obstrução por Corpo Estranho que...
Saiba mais
Compartilhar
Vacinas para gatos
11/Mar

Vacinas para gatos

Os primeiros meses de vida de um animal estão entre os momentos mais críticos quando falamos sobre doenças. É nesse período que os filhotes se encontram diante de desafios, mudança de ambiente, mudança de...
Saiba mais
Compartilhar
Travessa Dalva de Oliveira, 237 • Londrina - PR
Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC)
Ligue 0800 400 7997 ou envie uma mensagem